Zenaide Maia, diante do silêncio de Carlos Wizard: “O senhor contribuiu para que brasileiros se calassem para sempre”

“Sr. Carlos Wizard, o senhor tem ideia do privilégio que Vossa Senhoria tem de estar aqui hoje e, por opção, ficar calado, mesmo sabendo que o senhor contribuiu para que mais de 516 mil brasileiros e brasileiras se calassem para sempre, não por opção?”. Com essas palavras, a senadora Zenaide Maia (Pros – RN) iniciou os questionamentos ao empresário Carlos Wizard, durante depoimento dele à CPI da Covid, nesta quarta (30). Wizard é investigado por ser um dos colaboradores do “gabinete paralelo” que assessorava o presidente da República na implementação de medidas negacionistas da ciência, como a prescrição de medicamentos ineficazes contra a Covid.

“O senhor estimulava as pessoas a tomarem drogas sem eficácia terapêutica comprovada, dando a falsa impressão de segurança, de que não iriam ter a doença e, se tivessem, não seria grave. O senhor foi autorizado pelo presidente da República, que também se acha no direito de medicar sem ser médico? Ou se baseou no ex-ministro Pazuello, que se calou diante de um presidente que não tinha o mínimo respeito com a vida ou com a dignidade humana?”, indagou a parlamentar.

“Senadora Zenaide, me reservo o direito de permanecer em silêncio.”, respondeu Wizard.

Compartilhe nas Rede Sociais

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email