RN: Governo sanciona lei que define igrejas e templos como serviços essenciais no estado

Igreja Matriz de Acari, no Seridó potiguar – Foto: Reprodução

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), sancionou  a sanção da Lei que estabelece as igrejas e os templos de qualquer culto como atividade essencial em períodos de calamidade pública. A medida foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira 19. A Lei que precisou ser adequada aos novos decretos estabelecidos pelo Governo do Estado.

“Pesquisas científicas comprovam que a depressão e a ansiedade cresceram consideravelmente na pandemia e a abertura dos templos religiosos significa apoio espiritual a milhares de pessoas, mesmo com o funcionamento limitado e seguindo as orientações das autoridades de saúde”, destacou o deputado estadual Albert Dickson (PROS), que comemorou a sanção.

Albert destacou que lutava pela aprovação dessa lei há mais de um ano.

“Há um ano buscávamos tornar as igrejas e templos como serviços essenciais. Para isso foi necessário fazer as mudanças para deixar a lei atendendo as necessidades e atendendo idosos, crianças, e tantos outros detalhes vencidos através dos novos decretos”, explicou.

O parlamentar agradeceu e celebrou a aprovação da lei.

“Agradeço de coração e parabenizo as igrejas do Rio Grande do Norte. Hoje é um dia importante para o meu mandato e para as igrejas deste Estado”, finalizou.

Compartilhe nas Rede Sociais

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email