Governo Federal revisa as contas e salário mínimo pode chegar a R$ 1.155,55; entenda

O ministério da Economia revisou as contas hoje (18), e divulgou o Boletim Macrofiscal , com as projeções para a economia neste ano. A expectativa de inflação subiu, e com ela, a previsão para o salário mínimo em 2022.

IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a inflação oficial do país, teve alta de 4,4% para 5,05%. O salário mínimo, que havia sido previsto por meio da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviada ao Congresso em abril, pode subir de  R$ 1.147,00 para R$ 1.555,55.

Para corrigir o salário, o governo usa o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O aumento, no entanto, não significará ganho real, pois, a inflação acompanhará o crescimento dos vencimentos.

Será o terceiro ano seguido que o piso salarial do país não terá aumento acima da inflação. Trata-se de um projeto do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que acabou com a política de ganhos reais que vigorou no Brasil por mais de duas décadas.

De acordo com informações do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo serve de referência para 50 milhões de pessoas no Brasil, das quais 24 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Blog do Ismael Medeiros

Compartilhe nas Rede Sociais

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email